Restaurar florestas degradadas recupera serviços ecossistêmicos e armazena carbono

Mais da metade do carbono acima do solo do mundo é armazenado em florestas tropicais, cuja degradação representa uma ameaça direta à regulação climática global. Arizona State University* O desmatamento remove o carbono acima do solo na forma de árvores, … Continuar lendo Restaurar florestas degradadas recupera serviços ecossistêmicos e armazena carbono

As mudanças no uso da terra aumentam o risco de surtos de doenças zoonóticas

A transformação global do ambiente natural para uso agrícola, pecuário e urbano alterou o equilíbrio das comunidades de animais selvagens. Um estudo liderado por várias instituições britânicas mostrou que as espécies que transportam doenças zoonóticas, conhecidas por infectar os seres humanos, beneficiam-se dessas mudanças no uso da terra. A reportagem é … Continuar lendo As mudanças no uso da terra aumentam o risco de surtos de doenças zoonóticas

PERMACULTURA: uma realidade alternativa

No final dos anos 60, os australianos Bill Mollison, professor de psicologia ambiental da Universidade da Tasmânia, e seu aluno David Holgrem iniciaram uma pesquisa sobre um sistema de agricultura sustentável que servisse como resposta de caráter prático aos sistemas … Continuar lendo PERMACULTURA: uma realidade alternativa

Economia das florestas – Áreas com vegetação nativa trazem oportunidades de geração de emprego e renda

Além de fundamentais para a manutenção da biodiversidade, as florestas desempenham funções sociais e econômicas essenciais aos seres humanos. Entre os bens e serviços ecossistêmicos oferecidos estão o fornecimento de água, alimentos e medicamentos, o sequestro de carbono, a regulação … Continuar lendo Economia das florestas – Áreas com vegetação nativa trazem oportunidades de geração de emprego e renda

ONU: o mundo está tratando os sintomas, não as causa da pandemia

Destruição contínua da natureza trará fluxo de doenças transmitidas de animais para o homem, aponta relatório Por Damian Carrington   O mundo está tratando os sintomas sanitários e econômicos da pandemia de coronavírus, mas não sua causa ambiental, apontam os autores … Continuar lendo ONU: o mundo está tratando os sintomas, não as causa da pandemia

A pandemia será capaz de desalienar as cidades?

Por 50 anos, especulação imobiliária e crença nos antibióticos afastaram urbanismo e arquitetura da busca por luz e ar. Agora, sabe-se que este divórcio foi trágico; e cresce a luta por parques, ruas sem carros, transportes públicos e ciclovias Por Anne … Continuar lendo A pandemia será capaz de desalienar as cidades?

Pandemia: o que nos ensina o olhar de Milton Santos

“Na trilha do capitalismo, vírus primeiro afetou os centros econômicos; depois, proliferou pelas periferias — um homogeneização pela doença, nunca pela cura. Seria o desacelerar o princípio de outra globalização, como propunha o geógrafo?”, questiona Paul Clívilan Santos Firmino, doutorando em Geografia Humana na Universidade de São … Continuar lendo Pandemia: o que nos ensina o olhar de Milton Santos

Drogas: muito além da hipocrisia

Como políticas oficiais proíbem algumas substâncias, mas estimulam consumo irresponsável de centenas. Por que é preciso fazer exatamente o contrário Por Henrique Carneiro* Uma política sobre drogas deve abranger os três circuitos de circulação das substâncias psicoativas existentes na sociedade contemporânea: … Continuar lendo Drogas: muito além da hipocrisia

O desmatamento e a monocultura disseminam a COVID-19 e outras doenças

Por Gus Fisher Mais de um ano antes da detecção da COVID-19, os biólogos da Universidade de Varsóvia publicaram “Morcegos, Coronavírus e Desmatamento”, um artigo que relaciona a rápida destruição dos habitats naturais dos morcegos à disseminação de coronavírus, como a SARS-CoV e … Continuar lendo O desmatamento e a monocultura disseminam a COVID-19 e outras doenças

O coronavírus, nosso contemporâneo

Nosso modo de viver gestou e difundiu o vírus. Agora, um muro civilizatório divide o tempo em antes e depois da pandemia. E entre os resignados, que creem na volta à “normalidade”, e os que apostam em reconstruir o mundo … Continuar lendo O coronavírus, nosso contemporâneo