Em nomes de animais brasileiros, a resistência tupi

Colonizadores tentaram renomeá-los: jaguar virou “onça”, tapir ficou “anta”. Alguns, viraram híbridos: lobo-guará, tamanduá-bandeira, sapo-cururu. Mas língua indígena venceu, por maioria esmagadora: sabiá, tamanduá, perereca, jabuti Por Sérgio Buarque de Gusmão Já nascida sob a suspeita de que mais vai servir … Continuar lendo Em nomes de animais brasileiros, a resistência tupi

Brutalismo do Antropoceno

Entrevista com Achille Mbembe Brutalismo. A palavra refere-se, espontaneamente, a um movimento arquitetônico famoso pelo uso eficiente do concreto bruto. Ao optar por tomá-lo como o título de seu novo livro, Achille Mbembe propõe outro significado, ainda que o termo original continue ressoando em … Continuar lendo Brutalismo do Antropoceno

O colonialismo fez o mundo moderno. Vamos refazê-lo

É assim que a verdadeira ”descolonização” deveria ser Por Adom Getachew   Descolonize esse lugar!” “Descolonize a universidade!” “Descolonize o museu!” Nos últimos anos, a descolonização ganhou uma nova compreensão política – dentro das fronteiras das antigas potências coloniais. Movimentos indígenas … Continuar lendo O colonialismo fez o mundo moderno. Vamos refazê-lo

Territórios indígenas da Amazônia são cruciais para a conservação

Um novo estudo da Universidade de Helsinque mostra que os territórios indígenas representam cerca de 45% de todas as áreas selvagens remanescentes na Amazônia, compreendendo uma área de três vezes a superfície da Alemanha. University of Helsinki* Em um momento … Continuar lendo Territórios indígenas da Amazônia são cruciais para a conservação

PERMACULTURA: uma realidade alternativa

No final dos anos 60, os australianos Bill Mollison, professor de psicologia ambiental da Universidade da Tasmânia, e seu aluno David Holgrem iniciaram uma pesquisa sobre um sistema de agricultura sustentável que servisse como resposta de caráter prático aos sistemas … Continuar lendo PERMACULTURA: uma realidade alternativa

Manifestações depois da morte de George Floyd representam a globalização da consciência sobre o racismo. Entrevista especial com Kabengele Munanga

“Temos lições a tirar dessa espontaneidade em massa”, diz o antropólogo, sobre protestos que reuniram pessoas de todas as cores e nacionalidades Por: João Vitor Santos| Edição: Patricia Fachin | 15 Junho 2020 A expansão das manifestações contra o racismo para vários … Continuar lendo Manifestações depois da morte de George Floyd representam a globalização da consciência sobre o racismo. Entrevista especial com Kabengele Munanga

Drogas: muito além da hipocrisia

Como políticas oficiais proíbem algumas substâncias, mas estimulam consumo irresponsável de centenas. Por que é preciso fazer exatamente o contrário Por Henrique Carneiro* Uma política sobre drogas deve abranger os três circuitos de circulação das substâncias psicoativas existentes na sociedade contemporânea: … Continuar lendo Drogas: muito além da hipocrisia

O coronavírus, nosso contemporâneo

Nosso modo de viver gestou e difundiu o vírus. Agora, um muro civilizatório divide o tempo em antes e depois da pandemia. E entre os resignados, que creem na volta à “normalidade”, e os que apostam em reconstruir o mundo … Continuar lendo O coronavírus, nosso contemporâneo

A pandemia da Covid-19: entre Gaia e o Antropoceno. Artigo de Andityas Soares de Moura Costa Matos

“Só superaremos a crise pandêmica mediante a criação de sistemas políticos-econômicos-sociais que não sejam apenas isso, mas também naturais, de modo que se possa dar um fim ao Antropoceno enquanto marca da intrusão humana negativa no planeta, preparando assim a nossa reconciliação com Gaia. Uma … Continuar lendo A pandemia da Covid-19: entre Gaia e o Antropoceno. Artigo de Andityas Soares de Moura Costa Matos

Muvuca de sementes restaura área degradada

Em Diamantino, no Mato Grosso, renda oriunda da coleta de sementes representou um ganho médio de R$ 3,4 mil em 2019 Por Liana Melo Cabelos decoloridos, piercing no nariz e batom roxo nos lábios, Geovana Antunes Pivotto, uma jovem de 19 anos, é o rosto da nova geração de assentados rurais no país. Sua estética é urbana e contemporânea; seu modo de vida é rural e antigo. Sua família transformou a muvuca de sementes no principal ganha-pão dos Pivotto. Disseminada no país há 13 anos pela Rede de Sementes do Xingu, a técnica que usa uma mistura de sementes de diferentes espécies – … Continuar lendo Muvuca de sementes restaura área degradada