Indígena não fala só Tupi

A força das línguas indígenas Só no Pará, são 34 línguas ancestrais. Ao decretar 2022 como o primeiro ano da Década das Línguas Indígenas, a Unesco quer tirar da invisibilidade uma enorme diversidade linguística Por Liana Melo | ODS 16 … Continuar lendo Indígena não fala só Tupi

Kuhikugu, civilização amazônica

A imagem é uma representação realistica de Kuhikugu, um grande complexo rural-urbano constituído de “cidades-jardins”, construído pelos ancestrais dos Kuikuros, povos indígenas que habitam a região do Xingu, em Mato Grosso (centro do Brasil), desde o ano 500 d.C. Com … Continuar lendo Kuhikugu, civilização amazônica

bell hooks, presente!

“Como uma estudante que chegou à graduação e à pós-graduação graças aos movimentos radicais por justiça social que abriram um espaço até então fechado, aprendi a me agarrar a comunidades, criando ligações em função de formação de raça, gênero, classe … Continuar lendo bell hooks, presente!

MEMÓRIA DOS ENCONTROS DE AGROECOLOGIA É REUNIDA EM NOVO PORTAL

Rio de Janeiro (RJ), 6 de outubro de 2021 – A Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) lançou nesta terça-feira (05) o portal ENA Agroecologia, que reúne a memória dos quatro Encontros Nacionais de Agroecologia (ENA) promovidos pela entidade, movimentos do … Continuar lendo MEMÓRIA DOS ENCONTROS DE AGROECOLOGIA É REUNIDA EM NOVO PORTAL

A urgência das espiritualidades não cristãs

Domínio do Ocidente difundiu visão particular de transcendência. Nela baseiam-se dois pilares do capitalismo: centralidade do indivíduo e dominação da natureza. Mas há outras formas de pensar o infinito – apoiadas no cuidado e no Comum A espiritualidade é um … Continuar lendo A urgência das espiritualidades não cristãs

A morte da língua indígena – e dos saberes ancestrais

Da aspirina à morfina, nossa vasta farmacopeia deriva do saber indígena e da biodiversidade. Estima-se que 30% das línguas originárias estão sob o risco de extinção – e junto, curas para uma civilização ameaçada por vírus e ignorância Por Nurit Bensusan, … Continuar lendo A morte da língua indígena – e dos saberes ancestrais

Banto, Tupi, Iorubá: por que esquecemos nossas línguas

Há cinco séculos, a Casa Grande despreza todo conhecimento não-europeu. Academia reproduz o preconceito. Por que redescobrir os idiomas dos povos que formaram o país. Que elementos essenciais eles guardam da cultura brasileira Por Ricardo Salles A expressão casa-grande denomina a … Continuar lendo Banto, Tupi, Iorubá: por que esquecemos nossas línguas

‘Cavalo de santo’: o legado invisível da cultura negra no Rio Grande do Sul

Filme de estreia da fotojornalista Mirian Fichtner mostra a resistência das religiões de matriz africana nos terreiros gaúchos Por Vinicius Barros | ODS 10 • Publicada em 16 de abril de 2021 – 10:30 • Atualizada em 20 de abril de 2021 – 10:49Cultura … Continuar lendo ‘Cavalo de santo’: o legado invisível da cultura negra no Rio Grande do Sul

Somos as sementes dos sonhos de nossos avós

Por Renata Tupinambá, na Radio Yande Uma anciã um dia me disse que somos árvores que caminham, carregamos galhos, raízes e todos aqueles que vieram antes de nós são estrelas em nosso céu. Em direção ao sol nossa eterna caminhada … Continuar lendo Somos as sementes dos sonhos de nossos avós

‘A Amazônia, seus povos e a devastação’, um ensaio essencial de Darcy Ribeiro

Darcy Ribeiro dizia que não tinha medo da morte: “A morte é apagar-se, como apagar a luz. A vida vai se construindo e destruindo. O que vai ficando para trás com o passado é a morte. O que está vivo vai … Continuar lendo ‘A Amazônia, seus povos e a devastação’, um ensaio essencial de Darcy Ribeiro