Produzindo desertos

Sem terra não há alimento e sem alimento nem tecnocrata consegue viver. O produto agrícola acompanha a terra. Em terra pobre se é pobre e em terra fértil, rico. Por isso, durante milênios a terra foi considerada o patrimônio mais … Continuar lendo Produzindo desertos

Profissionais em agroecologia: uma luta entre sonhos e formalizações

Cursos pelo país abrem caminhos a quem constrói o desenvolvimento territorial com respeito a cultura e biodiversidade Daniel Lamir06 de Janeiro de 2022 às 18:16 Ouça o áudio:Download A profissionalização agroecológica abre um leque de reconhecimento de diversas identidades sociais As propostas de uma sociedade mais agroecológica passam também pelo reconhecimento profissional na área. Atualmente, 43 cursos pelo país abrem um dos caminhos no dia a dia de quem constrói um desenvolvimento territorial respeitando culturas, relações sociais e biodiversidade. Os primeiros debates sobre a concepção científica na área são dos anos 1970, quando as ideias de “agroecologizar” seguiram os caminhos … Continuar lendo Profissionais em agroecologia: uma luta entre sonhos e formalizações

Para além de qualquer lógica de mercado. Artigo de Carlo Petrini

“Hoje necessitamos com urgência de uma consciência e de uma educação alimentar completamente diferente, porque só assim poderemos iniciar uma verdadeira transição ecológica e mudar o destino das gerações futuras”, escreve Carlo Petrini, fundador do Slow Food, ativista e gastrônomo, sociólogo e autor do livro Terrafutura (Giunti e … Continuar lendo Para além de qualquer lógica de mercado. Artigo de Carlo Petrini

MEMÓRIA DOS ENCONTROS DE AGROECOLOGIA É REUNIDA EM NOVO PORTAL

Rio de Janeiro (RJ), 6 de outubro de 2021 – A Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) lançou nesta terça-feira (05) o portal ENA Agroecologia, que reúne a memória dos quatro Encontros Nacionais de Agroecologia (ENA) promovidos pela entidade, movimentos do … Continuar lendo MEMÓRIA DOS ENCONTROS DE AGROECOLOGIA É REUNIDA EM NOVO PORTAL

Ecologia: dois séculos para abandonar o negacionismo

Durante muito tempo em minoria, os pensadores e cientistas que aos poucos foram tomando consciência dos males causados pelo homem à natureza acharam difícil livrar-se do jugo do produtivismo. A reportagem é de Hervé Nathan, publicada por Alternatives Économiques, 30-06-2021. A tradução é … Continuar lendo Ecologia: dois séculos para abandonar o negacionismo

Terra, algo se move. Artigo de Carlo Petrini

07 Dezembro 2020 “Chegou a hora de pensar no solo como um recurso vital e não infinito, no qual todos nos identificamos”, escreve Carlo Petrini, fundador do Slow Food, ativista e gastrônomo, sociólogo e autor do livro Terrafutura (Giunti e Slow Food Editore), no qual … Continuar lendo Terra, algo se move. Artigo de Carlo Petrini

Agroecologia faz a diferença em 530 municípios brasileiros

Levantamento da Articulação Nacional de Agroecologia identifica 725 iniciativas em 10% dos municípios brasileiros. Inclusive dominados pelo agronegócio Por Cida de Oliveira, da RBA O incentivo à agroecologia pela prefeitura de Tangará da Serra (MT) é o contraponto ao agronegócio que domina toda … Continuar lendo Agroecologia faz a diferença em 530 municípios brasileiros

PERMACULTURA: uma realidade alternativa

No final dos anos 60, os australianos Bill Mollison, professor de psicologia ambiental da Universidade da Tasmânia, e seu aluno David Holgrem iniciaram uma pesquisa sobre um sistema de agricultura sustentável que servisse como resposta de caráter prático aos sistemas … Continuar lendo PERMACULTURA: uma realidade alternativa

Economia das florestas – Áreas com vegetação nativa trazem oportunidades de geração de emprego e renda

Além de fundamentais para a manutenção da biodiversidade, as florestas desempenham funções sociais e econômicas essenciais aos seres humanos. Entre os bens e serviços ecossistêmicos oferecidos estão o fornecimento de água, alimentos e medicamentos, o sequestro de carbono, a regulação … Continuar lendo Economia das florestas – Áreas com vegetação nativa trazem oportunidades de geração de emprego e renda

Muvuca de sementes restaura área degradada

Em Diamantino, no Mato Grosso, renda oriunda da coleta de sementes representou um ganho médio de R$ 3,4 mil em 2019 Por Liana Melo Cabelos decoloridos, piercing no nariz e batom roxo nos lábios, Geovana Antunes Pivotto, uma jovem de 19 anos, é o rosto da nova geração de assentados rurais no país. Sua estética é urbana e contemporânea; seu modo de vida é rural e antigo. Sua família transformou a muvuca de sementes no principal ganha-pão dos Pivotto. Disseminada no país há 13 anos pela Rede de Sementes do Xingu, a técnica que usa uma mistura de sementes de diferentes espécies – … Continuar lendo Muvuca de sementes restaura área degradada