Espiritualidade Verde : Doze Lições sobre Espiritualidade Ecológica

393334_2288266646112_1816204590_nO referido livro foi escrito baseado na constatação do seu autor, Albert LaChance, de que todos nós somos dependentes do consumismo da sociedade urbano-industrial movida pelo dinheiro, e a partir das doze lições dos AA (Alcóolicos Anônimos), reconhecidas pela sua eficácia na recuperação da dependência alcóolica, elabora as doze lições dos que chamo de CA (Consumistas Anônimos), que é a sigla para o câncer, dispensando maiores explicações.

Lendo as já recorrentes notícias do dia, entre elas, o aumento acelerado do aquecimento no Ártico com todas as suas consequências de subida do nível do mar, aumento do aquecimento, etc, resolvi republicar esta  indicação acreditando que se o diagnóstico da doença foi comprovado, resta-nos urgentemente buscarmos a cura deste CA de Gaia, que infelizmente somos nós.

Eduardo Sejanes Cezimbra

Do livro Espiritualidade Verde:

“Quando o consumo de algo, de qualquer coisa, começa a nos matar e nós não conseguimos parar, isso significa que nos tornamos dependentes. A dependência é degradante. A dependência é escravidão. A dependência é mortal.
Quase todo mundo que eu conheço tem consciêcia de que algo está terrivelmente errado. Sentimos isso individualmente, mas o problema é coletivo – cultural – na sua ordem de grandeza. Sabemos que estar consciente não é suficiente. Apontar para centenas de males e parar por aí não produz nenhuma cura. O diabólico encanto da dependência é mais forte que qualquer conhecimento. O impulso auto-destrutivo que está na raiz de todas as dependêcias condena os dependentes a mortes horríveis e vagarosas. O principal prazer que os dependentes experimentam nessa morte em vida é a auto-aprovação perversa que eles sentem a respeito de seu próprio tormento. A dependência tira tudo de suas vítimas.A dependência é formada de quatro partes.

1. Ela é espiritual, pois gera uma ruptura progressiva no sistema de valores do dependente.
2. Ela é emocional, pois gera uma separação entre as partes afetiva e cognitiva da psique – sentimentos são negados.
3. Ela é mental, pois produz uma disfunção progressiva na parte intelectual da psique e, por último, loucura.
4. Ela é física, pois produz um estado doentio progressivo no corpo e, por último, morte física.

Em outras palavras, é uma doença progressiva da pessoas como um todo.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s