Mar de Aral virou deserto

aral

O Mar de Aral, com uma área de aproximadamente 68 mil quilômetros quadrados, era considerado (até pouco tempo atrás) o quarto maior lago do mundo. Contudo, essa realidade mudou de forma drástica e tudo o que resta hoje nessa área da Ásia Central, entre as fronteiras do Cazaquistão e do Uzbequistão, é um deserto tóxico

A tragédia ecológica começou na década de 1960, quando a água dos grandes rios que alimentavam a bacia lacustre foi desviada com o objetivo de irrigar milhões de hectares de algodão.

History Chanel

Desaparece o Mar de Aral, o quarto maior lago do planeta. •O vasto lago na Ásia Central, desapareceu quase completamente. Pela primeira vez na história moderna, a bacia oriental do Mar de Aral secou completamente. De 68.000 km quadrados, este mar mal chega agora a 10 % dessa superfície. Duas imagens tiradas pelo satélite terra da Nasa mostram o mar sem o seu lobo oriental. Terrível desastre produto da ação humana e do aquecimento global. O Mar de ou Mar Aral, considerado no passado como o quarto maior lago do mundo, agora é um deserto tóxico. Situado nas fronteiras do Cazaquistão e do Usbequistão, nos anos 60, a água dos grandes rios Syr Darya e Amu Darya, que alimentavam o Mar de Aral, foi desviada para irrigar a produção de algodão e outras culturas, após um projeto empreendido pela União Soviética.

As mudanças substanciais são evidentes quando se comparam imagens de satélite atuais com outras de agosto de 2000 e anteriores. Além de ser considerado como um dos piores desastres ambientais, as comunidades da região que anteriormente se dedicavam à pesca e à agricultura deixaram de poder exercer esta atividade, elevando o desemprego e os problemas económicos. A água cada vez mais salgada foi contaminada com fertilizantes e pesticidas. O pó que sopra do leito do lago seco, contaminado com produtos químicos agrícolas, tornou-se, além disso, um perigo para a saúde pública.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s