Destinos Cruzados (London River. 2009)

Mesmo o filme tendo um contexto pontual – atentados à bomba em Junho de 2005 em Londres -, ele se torna atemporal pelo teor principal. É que “Destinos Cruzados” traz à tona velhos e arraigados preconceitos em relação principalmente ao biotipo de uma pessoa. Como se levasse a inscrição: “não nasceu aqui!” Não pertencendo ao mundinho de quem se ressente pela diversidade, pela pluralidade que o mundo globalizado oferece.

 

Cinema é a minha praia!


[O texto contém spoiler.]

Mesmo o filme tendo um contexto pontual – atentados à bomba em Junho de 2005 em Londres -, ele se torna atemporal pelo teor principal. É que “Destinos Cruzados” traz à tona velhos e arraigados preconceitos em relação principalmente ao biotipo de uma pessoa. Como se levasse a inscrição: “não nasceu aqui!” Não pertencendo ao mundinho de quem se ressente pela diversidade, pela pluralidade que o mundo globalizado oferece.

Muito mais que Bairrismo, pois o foco ultrapassa fronteiras. Quer sejam geográficas, culturais, religiosas, os pré-conceitos quando não parte de um tipo de catequese, muita das vezes aparecem pelo desconhecimento ao que é novo para nós. Mais! Em não estar aberto a essa novidade. Como também, se algum dia você sentiu medo, receio diante à aproximação de uma pessoa, é meio por ai que esse filme o fará refletir se também tem…

Ver o post original 822 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s