Genocídio Americano: Artigas, Solano López, Mujica, Lugo, Chavez, Evo Morales e uma história que os une

Um pedido de perdão ao Uruguay e ao Paraguay

1405000378570
Foto: TV Escola

Por Eduardo Sejanes Cezimbra

O Brasil sempre foi visto com desconfiança pelas jovens repúblicas sul-americanas que lhe faziam fronteira.Por ser um Império regido por uma dinastia europeia, escravocrata, e principalmente pelo seu expansionismo territorial junto com a Argentina.

Uma data que poucos conhecem e que provavelmente prefere ser esquecida pelos uruguaios e paraguaios: 4 de agosto de 1864, ultimato do governo imperial brasileiro ao governo uruguaio para que abra mão de sua soberania política.

De tão ofendidos os uruguaios se recusam a arquivar o ultimato. Enviam cópia para Francisco Solano López, presidente do Paraguay, com o qual haviam assinado Tratado de Defesa em troca da livre navegação para os produtos paraguaios no Rio da Prata.

Resposta do governo paraguaio: considera qualquer invasão do Uruguay como declaração de guerra do Brasil ao Paraguay..

O governo paraguaio avisou ao Império do Brasil que a guerra seria inevitável caso essa invasão ocorresse.

A armada brasileira sobe o Rio da Prata e invade o Uruguay derrubando o seu governo constitucional e colocando no poder um caudilho favorável aos interesses do Império do Brasil e da Confederação Argentina.

O presidente Solano Lopez declara guerra ao Brasil na defesa dos uruguaios e de seu próprio país ameaçado pelo bloqueio do Rio da Prata.

Começava a maior guerra da América do Sul, a chamada Guerra do Paraguay, também conhecida por Guerra da Tríplice Aliança e que, hoje se reconhece,  foi uma guerra orquestrada para exterminar com os paraguaios e seu modelo de governo revolucionário para a época.

Depois de uma resistência heroica do povo paraguaio aos invasores de sua pátria restavam mortos 75,75% dos paraguaios restando mulheres, velhos e crianças.

O genocídio está feito, escreveu Julio José Chiavenatto no livro Genocídio Americano: A Guerra do Paraguay.

Do lado da Tríplice Aliança a maioria das baixas eram de negros escravizados por brasileiros e argentinos, o que resultou no extermínio dos negros argentinos.

Artigas, Solano López, Mujica, Lugo, Chavez, Evo Morales e uma história que os une.

16_9g
Mujica recebe pelas mãos de Lugo o Grande Colar do Marechal Francisco Solano López, Ordem Nacional de Mérito do Paraguay Foto: Governo do Uruguay

Até pouco tempo atrás os livros didáticos de História do Brasil traziam a versão do imperador D. Pedro II sobre a Guerra do Paraguay em que o vilão é o presidente paraguaio Francisco Solano López.

O que os livros de história deixavam de lado nas causas não-declaradas desta guerra são a forte justiça social e soberania popular tanto do Uruguay de Artigas quanto do Paraguay de Solano López.

O que convenhamos ainda hoje é omitido pela mídia comercial brasileira sobre os governos com apoio popular na América do Sul, entre eles os governos da Venezuela e da Bolívia, sem falar de Cuba.

As histórias da formação do Uruguay e do Paraguay, como agora a Bolívia, Cuba e Venezuela tem muito a nos mostrar do quanto estes dois países buscaram oferecer às suas populações humildes, especialmente aos povos indígenas que ali habitavam, condições dignas de vida.

Ambos, redistribuíram terras a estas nações dando-lhes autonomia e direitos sociais, bem como uma educação pública de qualidade e a defesa intransigente dos interesses populares contra suas oligarquias sempre à serviço de potências estrangeiras.

Eduardo Galeano, em seu livro Espelhos conta que a ditadura militar uruguaia construiu um mausoléu em Montevidéu para o herói nacional José Artigas e buscou frases deste para decorar o monumento fúnebre.

Hoje quem visita o mausoléu constata que há apenas as datas das batalhas que Artigas travou pela independência do Uruguay.

É que todas as citações de Artigas encontradas são um apelo ao respeito aos gaúchos humildes, à garantia dos direitos indígenas e à rebeldia diante do opressor.

Documentário “A Última Guerra do Prata”, para ver clique aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s