Pedagogia Griô ensina contando histórias

Tradição oral africana contribui para a educação brasileira Eduardo Sejanes Cezimbra Pela diversidade de tradições que as permeiam, a contribuição das culturas populares brasileiras para a educação é incomensurável. Da África, ali onde se juntava com o Brasil, na Pangeia, agora separadas pelo oceano, mas religadas pelos saberes trazidos dos sertões africanos para os sertões da Bahia, surge a Pedagogia Griô, uma tradição oral. Contam que antes da chegada dos colonizadores europeus os cantadores guardavam suas poesias em seus lábios grossos, porque a poesia e a música não estavam separadas. Estas histórias eram contadas para todos, de aldeia em aldeia, … Continuar lendo Pedagogia Griô ensina contando histórias

Saber das parteiras tradicionais pode virar patrimônio imaterial

Brasília, 25/11/2015 – O ministro da Cultura Juca Ferreira afirmou hoje que vai se empenhar pessoalmente para que o saber das parteiras tradicionais seja inventariado e tombado como patrimônio cultural imaterial do Brasil. O compromisso foi assumido em audiência à deputada federal Janete Capiberibe e ao senador João Alberto Capiberibe (PSB/AP). A próxima reunião da Câmara Técnica do Conselho Consultivo que decide sobre o patrimônio imaterial ocorrerá em 09 de Março do próximo ano. Até lá serão consolidados os argumentos do processo. “Vou pessoalmente à reunião”, disse o ministro. A deputada Janete coordenou o Projeto Parteiras Tradicionais do Amapá, entre … Continuar lendo Saber das parteiras tradicionais pode virar patrimônio imaterial

Mestres da Cultura Popular são professores em universidades públicas brasileiras

Projeto ‘Encontro de Saberes’ promove integração entre culturas tradicionais e a cultura acadêmica.   Eduardo Sejanes Cezimbra Levar para dentro das universidade públicas brasileiras pessoas do povo para ensinar os saberes tradicionais de suas respectivas culturas, é o que propõe o projeto ‘Encontro de Saberes’, coordenado pelo prof. e antropólogo, José Jorge de Carvalho, da Universidade de Brasília – UnB. O projeto ‘Encontro de Saberes’ é uma ousada proposta de apresentar aos estudantes universitários os saberes e práticas populares através de mestres e mestras em todas as áreas de conhecimento (arte, cosmologia, espiritualidade, meio ambiente, psicologia, saúde, tecnologia), como forma … Continuar lendo Mestres da Cultura Popular são professores em universidades públicas brasileiras

Por onde andará a paz?

Desenho de Alexandre Machado Eduardo Sejanes Cezimbra “Se queres a paz, prepara-te para a guerra” é a máxima vigente. Por que motivo nunca se escreveu: “Se queres a guerra, prepara-te para a paz”?.. Mas haverá paz entre vencedores e derrotados, paz entre os militares sem uma guerra?Um exército sem guerra está em paz somente nos cemitérios militares onde “descansam em paz” os seus heroicos soldados. Haverá paz enquanto houverem exércitos, indústria bélica, corrida armamentista, fronteiras e bandeiras? “Se queres a paz, prepara-te para o amor”. O dito hippie e popular “faça amor, não faça a guerra”diz muito sobre o necessário … Continuar lendo Por onde andará a paz?

Redescobrir o Brasil pela alfabetização e descolonização culturais

Desesconder o Brasil para si e para o continente latino-americano é premissa para a sua soberania Valorizar a identidade brasileira através de sua diversidade cultural é uma forma de redescobrir o Brasil, como nos lembra ‘Notícias do Brasil, cantada por … Continuar lendo Redescobrir o Brasil pela alfabetização e descolonização culturais

Alfabetização cultural para formação de uma sociedade leitora

Eduardo Sejanes Cezimbra A leitura é uma das mais importantes ações individuais para acesso a informação de qualidade, mas pouco usada pelos brasileiros. Quantos livros são precisos para que se construa uma opinião pública consequente, à altura de uma sociedade da informação? Afinal, os brasileiros não leem porque os livros são caros ou os livros são caros porque os brasileiros não leem? Lancei esta pergunta no facebook e logo acrescentei: ou nenhuma das alternativas é correta? Diria que o problema da falta de leitura não é tão econômico assim, como muitos reclamam… Sociedade leitora Nunca é demais repetir que nos tempos modernos … Continuar lendo Alfabetização cultural para formação de uma sociedade leitora