Não basta ser bom, há que ser misericordioso

Publicado originalmente em Leonardo Boff:
A lei áurea, presente em todas as religiões e caminhos espirituais é:”ame o próximo como a ti mesmo”. Ou dito de outra forma: “não faças ao outro o que não queres que te façam a ti”. O Cristianismo incorpora essa ética mínima e assim se inscreve dentro desta tradição ancestral. Entretanto, ele abole todos os limites ao amor para que seja realmente universal e incondicional. Afirma:”amai vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem para serdes filhos de vosso Pai. Pois Ele faz nascer o sol para bons e maus e chover sobre justos e… Continuar lendo Não basta ser bom, há que ser misericordioso

Banto, Tupi, Iorubá: por que esquecemos nossas línguas

Há cinco séculos, a Casa Grande despreza todo conhecimento não-europeu. Academia reproduz o preconceito. Por que redescobrir os idiomas dos povos que formaram o país. Que elementos essenciais eles guardam da cultura brasileira Por Ricardo Salles A expressão casa-grande denomina a … Continuar lendo Banto, Tupi, Iorubá: por que esquecemos nossas línguas

‘Cavalo de santo’: o legado invisível da cultura negra no Rio Grande do Sul

Filme de estreia da fotojornalista Mirian Fichtner mostra a resistência das religiões de matriz africana nos terreiros gaúchos Por Vinicius Barros | ODS 10 • Publicada em 16 de abril de 2021 – 10:30 • Atualizada em 20 de abril de 2021 – 10:49Cultura … Continuar lendo ‘Cavalo de santo’: o legado invisível da cultura negra no Rio Grande do Sul

Somos as sementes dos sonhos de nossos avós

Por Renata Tupinambá, na Radio Yande Uma anciã um dia me disse que somos árvores que caminham, carregamos galhos, raízes e todos aqueles que vieram antes de nós são estrelas em nosso céu. Em direção ao sol nossa eterna caminhada … Continuar lendo Somos as sementes dos sonhos de nossos avós

Covid, a última herança do Colonialismo

Desde século XVI, impérios europeus produziram mudança antropológica abrupta. Capital converteu a agricultura, antes integrada aos ecossistemas, em commodities cultivadas nas colônias. Daí vieram o latifúndio, o agronegócio e… as pandemias! Por Rob Wallace, no New Internationalist  |Tradução: Simone Paz | Imagem: Federico Boyd Sulapas Dominguez O SARS-CoV-2, o … Continuar lendo Covid, a última herança do Colonialismo

A democracia deliberativa é a verdadeira medida anti-Covid

Nestes meses, muito se falou de “preparação” (preparedness), sobre como evitar que nos encontremos despreparados na gestão futura de eventos dramáticos como a pandemia. A instituição de mecanismos duradouros de democracia deliberativa seria a demonstração de que a preparação não é apenas … Continuar lendo A democracia deliberativa é a verdadeira medida anti-Covid

O lugar da universidade brasileira

O exercício e a dignidade do pensamento Por Marilena Chauí “E daí? Não sou coveiro”. Tomo essa declaração como emblema do que pretendo lhes dizer hoje. 1. Inimigo da tirania, o filósofo Montaigne escreveu um ensaio intitulado “A covardia é … Continuar lendo O lugar da universidade brasileira

Ameaçaram-nos com a Ressurreição

À irmã Dorothy Stang, no décimo quinto ano de seu martírio Não é o rumor das ruas que nos impede de descansar, meu amigo, nem os gritos dos jovens saindo bêbados do bar “São Paulo”, nem o tumulto dos que … Continuar lendo Ameaçaram-nos com a Ressurreição

‘A Amazônia, seus povos e a devastação’, um ensaio essencial de Darcy Ribeiro

Darcy Ribeiro dizia que não tinha medo da morte: “A morte é apagar-se, como apagar a luz. A vida vai se construindo e destruindo. O que vai ficando para trás com o passado é a morte. O que está vivo vai … Continuar lendo ‘A Amazônia, seus povos e a devastação’, um ensaio essencial de Darcy Ribeiro

“Conhecimento ancestral tem valor”, afirmam comunidades religiosas de matriz africana sobre a destruição do Rio Paraopeba

Representantes de povos tradicionais que vivem às margens do Paraopeba destruído contam a importância do rio para a perpetuação dos rituais e sobrevivência nos territórios por Coletivo de Comunicação MAB MG PCTRAMA é a sigla pela qual os povos e comunidades … Continuar lendo “Conhecimento ancestral tem valor”, afirmam comunidades religiosas de matriz africana sobre a destruição do Rio Paraopeba